O MEDO VENCE A RAZÃO – A GREVE NO IFMA CAMPUS IMPERATRIZ

A greve continua,a greve não parou, apenas no CAMPUS _IMPERATRIZ por motivos injustificáveis suspendeu-se a greve e com isto passamos a história da rede a ser o único campus no estado a assumir a postura CALABARISTA, traindo seus companheiros que não se resumem aos CAMPIS DO IFMA DO ESTADO mas a toda uma nação.
A desculpa de alguns companheiros, induzidos por chefias que se acovardaram durante o processo de greve foi claramente injustificável conforme texto da mensagem publicada abaixo:
De: Assessoria de Comunicacao
Data: 16 de setembro de 2011 16:05
Assunto: COMUNICADO – Adiamento do SEPPIE 2011
Para: servidores@ifma.edu.br

1. COMUNICADO – Adiamento do SEPPIE 2011

Tendo em vista a paralisação dos servidores na maioria dos campi e considerando que até o presente momento não é possível identificar aqueles que estão (ou não estão) em greve, fica adiado, sem data, o Seminário de Pesquisa, Pós-Graduação, Inovação e Extensão (SEPPIE 2011), que seria realizado entre 20 e 23 de setembro.

Profa. Marise Piedade Carvalho
Pró-Reitora de Ensino, no exercício da Reitoria

2.CARTA DO COMANDO ESTADUAL DA GREVE
Companheirada. Bom dia!

Estamos entrando em mais uma semana de paralisação. Na sexta feira
(16.09), uma importante reunião aconteceu no campus Maracanã, com a
presença de grêmios e representações estudantis de diversos campi
(Maracanã, Centro Histórico, Buriticupu, Santa Inês, Pinheiro e Monte
Castelo). Aconteceu um importante debate sobre a necessidade do apoio
estudantil. Naquele debate, viu-se como estas entidades e
representações percebem o movimento paredista, mostrando
solidariedade. Percebem que o responsável pela paralisação não são os
servidores, mas o governo Dilma com sua intransigência e
irresponsabilidade.

À tarde, foi fundada o Comando Estadual de Greve. Este comando será
constituído por um representante de cada comando estadual. Presentes
estavam (Codó, Pinheiro, Buriticupu, Santa Inês, Zé Doca, Maracanã,
Alcântara, Monte Castelo). Apenas Buriticupu não esteve presente nesta
reunião, porém esteve pela manhã. Açailândia, Centro Histórico,
Barreirinhas e Timon ficaram de indicar ainda seus representantes.
Nacionalmente vem se formando comandos estaduais com o objetivo de
fortalecer mais esta luta, no intuito de pressionar mais o governo
para que o mais rápido possível possamos ter nossas reivindicações
atendidas.

É importante lembrar que esta greve é nacional, logo alguns
companheiros estão num processo de ajuda em outros espaços, sejam
dentro do estado ou em outros municípios. Sabemos que uma greve não é
fácil, e que exige muitos sacrifícios. Que num processo como esse,
acabamos deixando nossos compromissos pessoais de lado por um objetivo
maior. Isso mostra apenas o compromisso com nossas carreiras, com a
educação. Recuar agora é mostrar ao governo fraqueza. Se com a greve
as propostas até o momento não foram satisfatórias, ainda mais
recuados, na defensiva.

Esta greve já é vitoriosa, pois conseguimos desconstruir o discurso
oficial de que tudo é uma maravilha. Com estas mobilizações, tem-se
conseguido uma maior socialização entre as experiências dos campi no
estado e no Brasil. Os problemas são parecidos e as soluções, em
geral, as mesmas. Neste sentido, um espírito de solidariedade vem se
construindo mais e mais, com docentes e administrativos se dedicando
100% as atividades, não se curvando, nem aceitando ameaças.

Por isso, este comando vem no momento exato. É muito importante todos
os campi enviarem seus representantes. Apenas unificados, iremos
superar os problemas que possam está acontecendo, e superar a situação
que alguns campi tá passando de “isolamento”. Sabemos que sozinhos não
atingiremos esta vitória.

É importante lembrar ainda que esta comissão estará responsável pelo
canal entre os campi. Por isso estaremos passando os contatos de todos
que estão no COMANDO para que qualquer dúvida um possa está se
comunicando com outro. É preciso, como já afirmei aqui, que este
espírito de solidariedade possa está cada vez mais firme e presente.
Que os acertos e erros possam ser socializados, para que um possa está
ajudando e contribuindo com outros.

No que se refere aos estudantes, a compreensão que alguns têm é que
esta greve está os prejudicando. Esta desconstrução não é fácil, e
nunca esqueça que na última greve da rede (antigo CEFET), em 2000,
quando eu fazia o 3 ano do Ensino Médio nesta instituição, e quando eu
participava apoiando aquela greve, alguns colegas meus não
compreendia. O interessante hoje é encontrar alguns colegas meus que
eram contra a greve naquele momento, e hoje, como trabalhadores, são
favoráveis e reconhecem que aqueles estudantes “grevistas” estavam
certos. Logo, acredito, como dizia os franceses de 1968, “sejam
realistas. Exijam o impossível”.

Uma última observação. A próxima reunião será segunda feira, às 15h,
no Monte Castelo. Estamos organizando o Ato Unificado de 22 de
Setembro, definido na última Plenária Nacional.

Vamos à luta.

Um forte abraço e um ótimo início de semana de muita luta.
Cláudio de Souza Mendonça
COMANDO ESTADUAL DA GREVE.

Advertisements

About adilsonbaldez

Um profissional,pesquisador e que admira a arte, a literatura de um modo geral e que tem grande apreço pelos verdadeiros amigos.
This entry was posted in Uncategorized and tagged . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s